Quando pensamos em manutenção da saúde óssea, logo vem à cabeça “preciso tomar cálcio”. Realmente esse é um mineral fundamental à mineralização dos ossos, mas você sabia que há outros também envolvidos e que o organismo precisa tê-los em quantidades adequadas para que os ossos se mantenham saudáveis?
Na infância e adolescência há um predomínio da formação dos ossos, na idade adulta há um equilíbrio entre a formação e a reabsorção e após os 45-50 anos prevalece a reabsorção óssea, ou seja, há uma pequena perda anual, principalmente em mulheres na menopausa.

Para cuidar dos ossos e evitar fraturas vale investir nos alimentos ricos em cálcio, vitamina D e magnésio. Lembrando que há uma ótima sinergia entre os nutrientes no alimento, portanto muito melhor consumir os alimentos do que pensar em suplementos. A suplementação, quando necessária, deve ser prescrita pelo nutricionista ou médico.